Transporte no Brasil

      

         Até a década de 1930, economia brasileira se apoiava na exportação de produtos agrícolas e o sistema de transportes baseava-se principalmente no transporte ferroviário e em segundo lugar no fluvial. A partir de 1930, as políticas econômicas de Getulio Vargas favoreceram o inicio do processo de industrialização do país. Na década de 1950, sob o governo de Juscelino Kubitschek, essas políticas se intensificaram e facilitaram a instalação das primeiras montadoras no país.

        O automóvel passou a ser o símbolo do desenvolvimento e da modernidade. Assim, as políticas de transporte concentraram recursos na construção de estradas. Desde então, o Brasil tem sua malha viária baseada no transporte rodoviário em detrimento das ferrovias e hidrovias. O setor de transporte tem se configurado como um gargalo ao crescimento do país e como um dos elementos das desigualdades regionais. Vários estudos têm relacionado os investimentos em infra-estrutura de transporte com a redução das desigualdades regionais. É, portanto, um setor vital e estratégico para o país.

 

 


TOPlistTOPlistTOPlist